Sábado, 7 de Março de 2009
PENSAMENTOS VII

A virtude da paciência pode ajudar bastante no caminho para a criação de uma personalidade mais pacífica e amorosa.

 

Quanto mais paciente for, mais complacente será, em vez de insistir que a vida seja tal e qual como gostaria que fosse.

 

Sem paciência, a vida é extremamente frustante. torna-se facilmente irritável, aborrecido, entediado. A paciência aumenta a dimensão de bem-estar e de compaixão na sua vida.

 

É essencial para a paz interior.

 

Tornar-se mais paciente implica abrir o coração ao momento presente, mesmo que tenha dificuldades em relação a isso. Se estiver preso num engarrafamento, atrasado para um encontro, abrir-se ao momento significa aperceber-se de que está a construir a sua bola de neve mental e impedir que as coisas fujam ao seu controlo e, assim, lembrar-se gentilmente de relaxar.

 

A paciência também envolve a visão da inocência nos outros. Quando se procura em profundidade, consegue sempre perceber-se a inocência nas pessoas tão bem como nas situações potencialmente frustantes. Quando o faz, torna-se mais paciente e calmo e, de forma estranha, começa a apreciar muitos momentos que anteriormente eram fonte de frustação.

A paciência é uma qualidade do coração que pode ser aumentada com a prática deliberada.

 

Ser paciente permite-me manter a minha perspectiva. Consigo lembrar-me, mesmo numa situação difícil, de que o que está diante de mim – o meu desafio presente – não é uma questão de “vida ou de morte” mas apenas um obstáculo menor que tem de ser enfrentado. Sem paciência, o mesmo panorama torna-se uma emergência com gritos, frustações, sentimentos feridos e subida de tensão arterial.

 

Não vale a pena.

 

 

Manuel, 07/03/2009 



publicado por Palhota da MalaMala às 20:24
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

"A Frelimo de hoje dá cob...

LEITURAS .1.

PENSAMENTOS XII

AUTO-ESTIMA V

PENSAMENTOS XI .Culpado...

PENSAMENTOS X .Perceber...

PENSAMENTOS IX - "Gratid...

PEGADAS NA AREIA

PENSAMENTOS VIII

AUTO-ESTIMA IV

arquivos

Junho 2013

Março 2009

Fevereiro 2009

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds